terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

A origem do risquinho no nº 7...

Olá!!!!
Vejam se procede o risquinho




HOSPITAL PSIQUIÁTRICO - O teste da banheira.



Durante a visita a um hospital psiquiátrico, um dos visitantes perguntou ao diretor:

- Qual é o critério pelo qual vocês decidem quem precisa ser hospitalizado aqui?

O diretor respondeu:

- Nós enchemos uma banheira com água e oferecemos ao doente uma colher, um copo e um balde e pedimos que a esvazie. De acordo com a forma que ele decida realizar a missão, nós decidimos se o hospitalizamos ou não.


- Ah! Entendi. - disse o visitante. Uma pessoa normal usaria o balde, que é maior que o copo e a colher.



- Não! - respondeu o diretor - uma pessoa normal tiraria a tampa do ralo. O que o senhor prefere? Quarto particular ou enfermaria?


"As vezes a vida tem mais opções do que as oferecidas, basta saber enxerga-las".


P.S Semana que vem vou lá te visitar ...kkkkkkkkkkkkkkk


A origem do risquinho 7

Até os dias de hoje, muita gente, quando escreve o numero 7, ainda coloca um pequeno tracinho no número.
Oficialmente, este pequeno traço não existe, como dá para constatar, digitando a tecla 7 do teclado do seu computador,
calculadora ou qualquer outro aparelho que possua teclado.
Vocês sabem a origem deste costume?
Para responder, temos que voltar muitos séculos atrás, aos tempos bíblicos, quando Moisés estava no Monte Sinai
e lhe foram ditados os 10 mandamentos.
Em voz alta, ele foi anunciando os mandamentos à multidão, um por um.
Quando chegou no mandamento sete, Moisés disse:
'Não desejarás a mulher do próximo!'
Um breve silêncio... E a multidão rompeu, gritando em coro:

- Risca o sete, risca o sete ! kkkkkkkkkkkkk

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário: