sábado, 15 de janeiro de 2011

Lago cristalino


Você já deve ter visto lagos artificiais com a água esverdeada, o que torna quase impossível observar os peixes. Isso se deve ao acúmulo de algas no fundo. Para resolver o problema, um novo método desenvolvido pela Ecovale (11 5042-2833) mantém o líquido cristalino: em vez de fazer um tanque de concreto, cava-se um fosso na terra, revestido de uma manta especial. Depois, o fundo é coberto de pedras e areia. Os peixes escolhidos são sempre as carpas, pois sua movimentação arranca as algas, sugadas então por um filtro. Elas são dóceis, atingem, em média, 70 anos e se alimentam de ração – se bem tratadas, aceitam carinhos e comida na boca. A espécie tolera temperaturas que variam entre 2 e 32 ºC. O tanque ideal tem 50 cm de profundidade – assim o animal pode se esconder do sol em dias quentes.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário: